×
Home
FocoNews
Clássico Rei
Carro e Campo
Mosaico
Fatos e Notas
Especial Foco
Fotos
RN em Foco
Espaço GEEK
Edições
Anuncie aqui
Fale conosco









#RN em
Foco

Anorc discute revitalização da cadeia da carne no RNProposta foi debatida com associados da entidade e produtores em geral e prevê, entre outras coisas, mudanças tributárias

Com potencial para movimentar mais de R$ 1 bilhão por ano, a cadeia da carne do Rio Grande do Norte voltou a ser discutida pelos agropecuaristas do estado. Nesta terça-feira (9), a Associação Norte-Riograndense de Criadores (Anorc) convocou a diretoria, associados, ex-presidentes e produtores em geral para debater um debate sobre a ssituação atual, suas causas e efeitos e, sobretudo, quais as medidas sugeridas para a revitalização da atividade no estado.

Segundo o diretor da Anorc, Eduardo Melo, o Rio Grande do Norte perdeu competitividade nos últimos vinte anos, quando houve crescimento do mercado formal da carne, não atraindo aqueles que trabalhavam na informalidade de abate, preparo e comercialização das carnes e dos subprodutos. O que mais impediu essa migração, de acordo com Melo, foi a falta de uma política tributária específica.

“O animal potiguar não tem competitividade. Até mesmo o mercado informal minguou, atendendo apenas poucos consumidores de bairros e feiras”, disse Eduardo. Ele completou que os animais do Rio Grande do Norte são abatidos no estado vizinho da Paraíba.

Hoje o estado importa R$ 700 milhões por ano em carne bovina congelada dos estados do Pará (80%) e Tocantins. Somente esta importação gera cerca de R$ 48 milhões por ano em ICMS para os estados que nos enviam o produto.

Uma das maneiras de recuperar a cadeia da carne no RN é revisando o chamado Proadi da Carne, incentivo fiscal estadual, que reduz o ICMS para apenas quatro empresas importadoras de carne que atuam no estado. “Esse Proadi incentiva a importação da carne, fomentando outros estados, ao invés de beneficiar o produtor local. Esse tipo de benefício não existe em outros estados”, apontou Eduardo Melo.

Para tentar corrigir esta situação, a Anorc elaborou três alternativas tributárias para apresentar ao Governo do Estado.

Outro ponto que ajudará na reativação da cadeia da carne no RN seria a instalação e funcionamento de um frigorifico industrial. Já há um projeto de construção de uma unidade deste tipo na cidade de Ceará-Mirim (Região Metropolitana de Natal), em um terreno doado pelo município e com participação nos custos da prefeitura e do Governo do Estado. A ideia é ter um equipamento de alto padrão, administrado por um grupo baiano, com forte atuação no Nordeste.

“Foi um investimento de R$ 2,5 milhões do Governo do Estado e R$ 250 mil da prefeitura. Será o início da industrialização para Ceará-Mirim e não ficará voltado apenas para o frigorífico, mexe com outras atividades”, comentou o prefeito da cidade, Marcone Barreto.

 

O secretário de Agricultura, Pecuária e Pesca (Sape) do Estado, Guilherme Saldanha, comentou que tomou conhecimento do assunto há dois anos, quando também era secretário da gestão estadual anterior. Na época ele afirma que houve uma conversa com a empresa e teve início o estudo.

“A proposta apresentada hoje nos mostrou o raio-x do problema e apontou os três pontos que precisamos resolver: um frigorifico que atenda às necessidades; uma empresa que tenha interesse de administrar o equipamento (pois temos mercado e boi para isso); e , por fim, a questão tributária. Já foi discutido o assunto na Sape, na Secretaria de Tributação e de Desenvolvimento Econômico do estado e agora vamos avançar para resolver a questão fiscal”, disse Saldanha.

O próximo passo a ser dado pela da Anorc é marcar uma audiência com a governadora Fátima Bezerra, apresentar o estudo e as soluções analisadas pela entidade. “Estamos extremamente confiantes após apresentar esse estudo e sentir dos criadores e do secretário de Agricultura o apoio. Vamos buscar a revisão do Proadi, isenção do ICMS. Precisamos apoiar ainda mais a empresa privada que irá administrar o frigorifico em Ceará-Mirim, para fazer com que a cadeia da carne no Rio Grande do Norte volte a produzir, gerar emprego e desenvolvimento”, declarou o presidente da Anorc, Marcelo Passos.

O presidente da Anorc também chamou a atenção para a atuação dos abatedouros clandestinos. “É uma questão legal e de saúde pública. É um ponto que só traz problemas ao estado e ao seu povo e precisa ser encarado pela autoridades”, disse ele.

 


(Foto: Embrapa)
ALRN oferta capacitação em estratégias para liderançaO curso é oferecido pela Escola da Assembleia através da plataforma zoom

Reinventar-se para se adaptar ao “novo normal”. Por conta da pandemia do coronavírus, grande parte dos órgãos e empresas adotaram o teletrabalho e outras alternativas para que pudessem continuar suas atividades. Na Assembleia Legislativa, cuja gestão preza sempre pela inovação, criatividade e boas práticas no serviço público, a semana começa com um curso de capacitação, exclusivo para os gestores e líderes da Casa: Novas Estratégias de Liderança no período pós pandêmico, que começou hoje (3) e segue até a próxima quarta-feira (5).

O curso é oferecido pela Escola da Assembleia através da plataforma zoom e os servidores fizeram suas inscrições pelo aplicativo da Escola. “Pensamos na oficina com o intuito de capacitarmos os gestores do Legislativo, e que eles possam refletir sobre a mudança de comportamento que está por vir. Neste novo cenário os gestores devem estimular a participação e autonomia de sua equipe, além de incentivar e apoiar o desenvolvimento individual”, destaca o coordenador de Gestão de Pessoas do Legislativo, Thyago Cortez.          

O curso está sendo ministrado pelo consultor organizacional Flávio Emílio, mestre em administração de RH, mentor de carreiras e uma referência na área de gestão. Para o diretor da Escola da Assembleia, professor João Maria de Lima, a capacitação vem ao encontro do cenário diferenciado: “Iremos retomar os trabalhos e a volta será num cenário mudado, vamos estrear no ano praticamente, porque em março as atividades presenciais foram suspensas. É importante nesse momento rever alguns conceitos e o cenário social hoje exige mais do que nunca de nós líderes um papel atuante, de envolvimento, para fazermos a Casa andar de forma ainda mais célere”, afirma.


(Foto: Divulgação)
Fomento à radiodifusão comunitária no RN é aprovadoO projeto segue agora para apreciação da governadora do Estado, Fátima Bezerra, que em conversas anteriores se mostrou favorável à matéria.

As rádios comunitárias do Rio Grande do Norte poderão contar com novos incentivos, em breve. Foi aprovado por unanimidade na sessão remota da Assembleia Legislativa, o projeto de lei de autoria do deputado estadual Ubaldo Fernandes (PL) que institui o Programa de Fomento ao Serviço de Radiodifusão Comunitária do Rio Grande do Norte.

"Nosso objetivo é fortalecer a comunicação comunitária no Estado através da radiodifusão, promovendo a difusão do jornalismo, da cultura local e das atividades esportivas, em interatividade com as comunidades atendidas. Queremos que este segmento cresça e se desenvolva de forma a democratizar ainda mais a comunicação, especialmente nas cidades do interior", explica o deputado Ubaldo Fernandes.

O parlamentar desenvolveu o projeto atendendo o apelo da Associação Brasileira de Rádios Comunitárias - Seção RN (ABRAÇO), para que esta política fosse implementada no Rio Grande do Norte, sem ferir a legislação nacional. "Temos aproximadamente 80 rádios comunitárias em todo RN, que a partir da sanção desta lei, poderão participar de editais públicos promovidos pela Secretaria de Cultura", ressalta o parlamentar. O projeto segue agora para apreciação da governadora do Estado, Fátima Bezerra, que em conversas anteriores se mostrou favorável à matéria.


(Foto: Reprodução)
Bombeiros: parlamentar solicita convocação de aprovadosAs etapas que estão sem data são: avaliação médica e odontológica, exames de avaliação de condicionamento físico e avaliação psicológica.

O deputado estadual Allyson Bezerra (SDD) solicitou ao Governo do Estado a viabilização do cronograma, bem como a convocação dos suplentes do Concurso de Bombeiros 2017. Em requerimento, o parlamentar destaca que os suplentes aptos ao Curso de Formação do Corpo de Bombeiros pedem o cronograma do concurso com as datas das etapas, além da convocação mediante conclusão de todas as fases do concurso público.

“O efetivo atual do Corpo de Bombeiros Militar do Rio Grande do Norte apresenta aproximadamente 680 bombeiros militares. Mediante aprovação de Lei complementar n°230 de 22 de março de 2002, o efetivo deveria ser de 1.065 bombeiros militares, diante disso vemos a necessidade da convocação dos suplentes no concurso citado para atuação em defesa da população do Rio Grande do Norte”, justifica.

As etapas que estão sem data são: avaliação médica e odontológica, exames de avaliação de condicionamento físico e avaliação psicológica. Todas previstas em edital e necessárias para provimento de vagas no concurso para Soldado Bombeiro Militar, realizado em 21 de maio de 2017.


(Foto: Reprodução)
Projeto obriga hospitais a informar estado de pacientesA Lei estabelece ainda que os hospitais públicos, privados ou de campanha, ao receberem pacientes devem, obrigatoriamente, preencher no momento da entrada

A deputada estadual Cristiane Dantas (SDD) apresentou, na Assembleia Legislativa, o Projeto de Lei Nº 188/2020, que estabelece procedimento virtual de informações e acolhimento dos familiares de pessoas internadas com doenças infectocontagiosas, durante endemias, epidemias ou pandemias, em hospitais públicos, privados ou de campanha sediados no Estado do Rio Grande do Norte.

“Esta Lei visa minimizar o sofrimento de familiares de pacientes vítimas do coronavírus e de outras doenças infectocontagiosas durante internação destes. Durante a pandemia de coronavírus, são muitos os relatos de famílias em busca de informações atualizadas sobre o estado de saúde de parentes hospitalizados e muitas vezes essas notícias não são repassadas”, justificou.

A Lei estabelece ainda que os hospitais públicos, privados ou de campanha, ao receberem pacientes que sejam internados em leitos, Centros de Tratamento Intensivo (CTI) ou Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) devem, obrigatoriamente, preencher no momento da entrada no centro médico, formulário que contenha dados de ao menos 1 familiar ou pessoa próxima, para que receba informações acerca da situação clínica do paciente, via aplicativo de mensagens ou outro meio eletrônico.

“O objetivo da proposta é minimizar a angústia e ansiedade deste momento, além de proteger o direito à informação e garantir segurança aos familiares, já que a recomendação é que estes não entrem em contato físico mais próximo com os familiares internados com doenças infectocontagiosas”, argumentou.

O Projeto de Lei passa a tramitar na Assembleia Legislativa e será apreciado pelos parlamentares nas próximas sessões.


(Foto: O Globo)
Lei contra descriminação sexual e de gênero é aprovadaO Projeto de Lei proposto pelo deputado Sandro Pimentel (PSOL) tem como objetivo dar publicidade a Lei Estadual n° 9.036/2007.

A Assembleia Legislativa do RN aprovou, na manhã desta quinta-feira (23), a obrigatoriedade de afixação de cartazes, em órgãos públicos e privados, informando sobre a lei que pune atos de discriminação em virtude de orientação sexual e identidade de gênero. O Projeto de Lei proposto pelo deputado Sandro Pimentel (PSOL) tem como objetivo dar publicidade a Lei Estadual n° 9.036/2007.

“É inaceitável conviver com qualquer ato de discriminação. E, quando se trata de discriminação pela orientação sexual e identidade de gênero, parece que essa coisa se agrava ainda mais. Felizmente nosso estado já tem uma lei que trata dessa situação, mas muita gente não tem conhecimento. Por isso precisamos garantir a publicidade de uma legislação que está em vigor desde 2007”, destacou o autor da proposta.

De acordo com a proposta aprovada à unanimidade pelos deputados presentes, os cartazes devem ser afixados em locais de visualização nítida, de fácil leitura e que permitam aos usuários dos estabelecimentos a compreensão do seu significado. 

DECRETOS

Ainda na sessão ordinária por videoconferência, os deputados aprovaram decreto de calamidade pública para os municípios de Bodó e Pedra Grande. O relator da matéria, deputado Gustavo Carvalho (PSDB) deu parecer favorável devido às dificuldades das prefeituras nesse momento de pandemia.

Esses decretos têm como base as Leis Orgânicas dos Municípios e em consideração ao Estado de Emergência em Saúde Pública (ESPIN), decretado pelo Ministério da Saúde, em virtude da disseminação global da infecção humana pelo novo Coronavírus e a declaração da condição de transmissão pandêmica anunciada pela Organização Mundial de Saúde (OMS).


(Foto: Reprodução)
Computadores e internet para docentes são solicitados na ALOs equipamentos devem ser disponibilizados provisoriamente aos professores, enquanto durar o estado de calamidade pública decretado em decorrência da pandemia.

Atento ao momento de pandemia pelo novo Coronavírus no Rio Grande do Norte e às consequentes limitações impostas em função do vírus, o deputado Vivaldo Costa (PSD) encaminhou requerimento ao Governo do Estado solicitando a distribuição de computadores portáteis, com acesso gratuito à internet, aos docentes da rede pública de ensino do RN. De acordo com a proposta parlamentar, os equipamentos devem ser disponibilizados provisoriamente aos professores, enquanto durar o estado de calamidade pública decretado em decorrência da pandemia.

“O isolamento social em regime de quarentena mostrou-se o método mais efetivo na contenção da proliferação do novo Coronavírus. Nesse sentido, a Secretaria Estadual de Educação implementou a permissão das atividades educacionais por meio de ensino a distância aos alunos do ensino fundamental e médio, durante o período de suspensão das aulas, sendo computados como dias letivos. Ocorre que o programa de EaD previsto pelo Estado igualmente ignora que parcela considerável do corpo docente não dispõe da tecnologia wi-fi em suas em suas residências”, justifica Vivaldo.

De acordo com o documento, boa parte da população costuma utilizar as redes de internet disponibilizadas por locais de atendimento ao público, como shoppings, lojas e restaurantes, os quais igualmente encontram-se limitados em razão do momento. “Desta forma, mediante a presente propositura, almeja-se solucionar tal fato, fornecendo aos professores meios de efetivamente implementar uma Educação a Distância com o mínimo de qualidade”, avalia o deputado.


(Foto: Reprodução)
Deputados comentam estratégia de adiar PEC da previdênciaJosé Dias comentou a publicação de uma nota de apoio à reforma da Previdência estadual

O deputado José Dias (PSDB) usou o horário destinado aos deputados, durante sessão ordinária por Sistema de Deliberação Remota da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte, para lamentar a estratégia do Governo do Estado para adiar a votação da PEC da Reforma da Previdência Estadual, pautada para ser apreciada nesta quarta-feira (15).

“Essa pode ser considerada uma estratégia covarde. Deixamos de votar um projeto vindo do governo, mas também o pedido de decreto de calamidade de dois municípios. Considero lamentável que o Governo use a estratégia de esvaziar o quórum desta Casa, inviabilizando a votação da PEC”, lamentou.

José Dias comentou a publicação de uma nota de apoio à reforma da Previdência estadual, oriunda das classes empresariais do Estado, onde entidades reafirmam a necessidade da aprovação. “Lamento que empresários que não conhecem a PEC venham com posições de solidariedade ao governo. Eu não mudo meu voto de nenhuma forma. Lamento profundamente o que foi feito ontem porque o resultado era esse. A fuga da bancada do Governo prejudicando a votação da PEC da Reforma da Previdência Estadual”, ressaltou.

O parlamentar foi seguido por Gustavo Carvalho (PSDB) que comentou a atitude da bancada do Governo que esteve ausente na sessão ordinária desta quarta-feira. “A constatação que faço é a importância do presencial na discussão de temas importantes como esse. O que vimos hoje foi a fragilidade da remoticidade em matérias que necessitam de debate”, disse Gustavo ressaltando a coesão do bloco de oposição em torno do assunto.

“Essa oposição está mais do que unida e convencida de que deve manter os critérios que sempre adotou em relação aos debates, ao contrário do que vem acontecendo com o governo”, falou o deputado lembrando a votação de ontem (14), quando o requerimento de autoria do deputado Kelps Lima (SDD) que adiava a tramitação da PEC da Previdência para o retorno dos trabalhos presenciais da Assembleia foi rejeitado pela maioria. “Ontem arregimentaram para votar em massa de forma remota a reforma da Previdência. Hoje esvaziam o plenário para desqualificar o quórum. Contra fatos não há argumentos, mas contra Fátima eles sobram”, disse.

Gustavo Carvalho questionou “se eles estão defendendo que a votação aconteça sem os votos deles para fugirem mais uma vez das contradições cansativas e enganosas de suas retóricas?”. Sobre a nota da classe empresarial, o parlamentar destacou que seu mandato sempre esteve ao lado do setor produtivo e daqueles que propagam o desenvolvimento do Rio Grande do Norte e que a aproximação dessas classes com o Governo pode ser perigosa para o Estado. “Tenham cuidado! Mesmo com a experiência que esses empresários têm de vida é preciso lembrar que o governo de hoje sempre procurou atrapalhar o setor produtivo do RN e desde o início desse mandato começa a acenar diferente”, aconselhou.

O deputado Tomba Farias (PSDB) reforçou a importância da forma presencial na votação da PEC da previdência. “O que queremos é discutir a reforma da Previdência. Os fatos de hoje nos mostram ainda mais a importância da discussão presencial para esse projeto que modifica a vida de milhares de servidores do nosso Estado”, colaborou.

 

Tomba se mostrou admirado com a nota divulgada por entidades ligadas à economia pedindo a aprovação da PEC da Previdência e destacou a importância da PEC das Emendas Impositivas. “Essa sim vai precisar da união de todos e merece não só uma, mas várias notas. Vamos precisar de união para que esses recursos cheguem aos municípios. Isso porque a PEC das Emendas Impositivas vem proteger os deputados, vem dar moralidade a essa Casa e proteger o municipalismo”, frisou.

Seguindo no horário destinado aos deputados, Getúlio Rêgo (DEM) lamentou a estratégia do Governo e disse que este tenta minar a resistência dos parlamentares de oposição. “Nunca negamos a necessidade dessa Reforma, mas o que estamos questionando é a forma como ela está sendo posta, e fere principalmente os mais fracos”, lamentou.


(Foto: Divulgação)
Opinião: Uso das verbas contra a Covid-19 em questãoO historiador e jornalista Marcus César Cavalcanti fala sobre a necessidade de a população estar atenta a utilização das verbas federais

O historiador e jornalista Marcus César Cavalcanti, presidente do partido Progressistas do município de Lagoa Nova, RN, fala sobre a necessidade de a população estar atenta a utilização das verbas federais para o enfrentamento dos problemas na Saúde causados pela pandemia do novo coronavirus. Marcus César aborda também as denúncias de supostas irregularidades envolvendo o Consórcio Nordeste e o Governo do RN.


(Foto: Reuters)

Paulo Macedo: vida e colunismo social no RNO jornalista e historiador Marcus César Cavalcanti narra fatos e realiza uma homenagem ao colunista

O maior nome do colunismo social do Rio Grande do Norte, jornalista Paulo Macedo, faleceu na tarde deste domingo (5), na cidade de Natal. O jornalista e historiador Marcus César Cavalcanti narra fatos e realiza uma homenagem ao colunista.
Profundo conhecedor da vida da sociedade natalense e entusiasta do jornalismo que busca a difusão de notícias positivas e visa o desenvolvimento social, Paulo Macedo marcou época nas páginas da Tribuna do Norte, do extinto Diário de Natal, na tela da TV Ponta Negra (SBT) e nas páginas da Revista Foco.


(Foto: Canindé Soares)

Itep disponibiliza agendamento online para emissão de RGA medida tem o objetivo de suprir a demanda da população em receber o auxílio do Governo Federal, fornecido pela Caixa Econômica Federal.

O Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep/RN) irá disponibilizar, a partir desta sexta-feira (15), um sistema de agendamento exclusivo para emissão de Carteiras de Identidade. A medida tem o objetivo de suprir a demanda da população em receber o auxílio emergencial do Governo Federal, fornecido pela Caixa Econômica Federal. O serviço oferecerá 160 fichas diárias em quatro cidades do Estado.

Após a publicação do decreto do Governo do Estado que suspendeu o funcionamento das Centrais do Cidadão com o objetivo de inibir aglomerações em razão da pandemia da Covid-19, a sede do Itep, localizada no bairro da Ribeira, passou a receber um acúmulo de pessoas em busca da emissão do RG. Para solucionar essa questão, o Itep contará, a partir de 12h desta sexta-feira (15), com um sistema de agendamento online para atendimento, que estará disponível no site central.rn.gov.br.

Para realizar o agendamento será necessário a criação de um cadastro, com e-mail e senha, além da apresentação do Cadastro de Pessoa Física (CPF) do titular, não sendo possível realizar o agendamento para terceiros. O agendamento pelo site oferecerá atendimento no dia útil seguinte, com horário marcado. No momento agendado, será obrigatória a apresentação de documento que comprove o direito a retirada do auxílio emergencial.

De acordo com o diretor-geral do Itep/RN, Marcos Brandão, a disponibilização do agendamento eletrônico tem o intuito de garantir a segurança da população, para diminuir as chances de transmissão do novo coronavírus “Esperamos promover tranquilidade para as pessoas que estão procurando este serviço, principalmente para que as filas e aglomerações sejam evitadas”, disse.

A distribuição dos 160 atendimentos diários nas unidades ocorrerá na cidade de Natal, com 60 atendimentos no Instituto de Identificação, em prédio anexo a sede do Itep, no bairro da Ribeira. Em Parnamirim, que atenderá 40 pessoas, e em São Gonçalo do Amarante, que receberá 20, os atendimentos serão realizados nas Centrais do Cidadão. As pessoas que fizerem o deslocamento até essas unidades do Itep/RN sem agendamento prévio não serão atendidas. Outros 40 atendimentos serão realizados na cidade de São José de Mipibu, na Central do Cidadão do município, no primeiro momento fichas serão distribuídas no local.

O Itep informa que, após conversas, a Caixa Econômica Federal liberou, a partir desta sexta-feira (15), o recebimento do auxílio emergencial mediante apresentação da Carteira de Trabalho.


(Foto: Reprodução)
Pandemia alerta: RN tem 322 casos em 24 horasDados da Secretaria de Saúde de Natal, divulgados na quarta-feira (13), revelam que mortes por coronavirus no Estado já são 101

A pandemia do novo coronavirus está chegando pra valer em terras do Rio Grande do Norte. Os últimos números divulgados pela Secretaria da Saúde de Natal, nesta quarta-feira (13), mostram que nas últimas 24 horas, o Estado teve mais 322 casos confirmados, passando de 2.033 para 2.065.

O número de mortes também é preocupante, já são 101, das quais oito aconteceram em apenas um dia. O município de Areia Branca, localizado no Oeste do RN, está tomando a dianteira quando se fala em mortes por coronavirus nas últimas horas: registrando três óbitos. Mais duas pessoas vitimadas pelo coronavirus morreram em Parnamirim, uma em Baraúna, uma em Assu e uma em Mossoró.

Os números podem ainda aumentarem, mesmo sem a incidência de novos óbitos, já que 48 casos de mortes estão sob investigação com suspeita de terem sido provocadas pelo novo coronavirus. 


Cais de Areia Branca: cresce número de mortos por coronavirus no município (Foto: Carnaubais para Todos)
Paciente curado de covid-19 no Seridó recomenda isolamentoO servidor público ainda passará por uma avaliação médica por causa do trabalho e por enquanto continua sob atestado.

“Estou me sentindo bem, mas não abro mão de continuar em casa. E recomendo que todos façam o mesmo: fiquem em casa”. Esse é o conselho do servidor público municipal Decênio Ribeiro, de 47 anos, que comemora a cura da covid-19 após dias de internação e incertezas sobre sua saúde. Ele é do município de Acari, na região do Seridó potiguar, e deu entrada em uma unidade de saúde de sua cidade no dia 06 de abril, acometido dos sintomas típicos da doença. No dia 09, foi encaminhado para o Hospital Regional Telecila Freitas Fontes, em Caicó, onde ficou internado.

O resultado do teste positivo para covid-19 saiu dia no dia 13 e a alta hospitalar ocorreu no dia 16, sob aplausos da equipe do hospital, pois todos consideraram o seu restabelecimento uma grande vitória em meio à luta contra o novo coronavírus, principalmente pelo fato de que ele seja portador de comorbidades, como diabetes, obesidade e hipertensão.

Ao voltar para casa, o servidor público cumpriu isolamento domiciliar absoluto, por duas semanas, onde permaneceu apenas no quarto. Somente a partir do último dia 30, ele iniciou contato com os familiares com quem mora. Decênio suspeita de ter contraído o vírus em Natal, quando veio para fazer um treinamento. Na Capital, ele circulou em ambientes fechados. “Isso foi antes do decreto restritivo que a governadora emitiu. Quando voltei para casa, comecei a sentir os sintomas uns oito a dez dias depois”, explicou.

Febre, garganta irritada e dor de cabeça foram os incômodos iniciais. “Como uma crise de sinusite muito, muito forte, mas que lhe deixa totalmente acamado”, compara. Ele procurou ajuda médica quando começou a sentir dores no peito. “No posto de saúde, me recomendaram isolamento domiciliar. A enfermeira atendia por vídeo chamada. Fiquei no quarto isolado. Tudo o que eu usava era descartado. Agora, continuamos com os cuidados essenciais, como máscara, higienização dos alimentos e uso de álcool a 70%”, disse.

Pelo fato de ser hipertenso, diabético e obeso, tem redobrado os cuidados na alimentação, reduzindo ao máximo sal, açúcares e gordura, e apostando em frutas e vegetais, além de abolir a fritura. O servidor público ainda passará por uma avaliação médica por causa do trabalho e por enquanto continua sob atestado.

Segundo dados da Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), responsável pelo hospital que o atendeu, a região do Seridó registrou até essa segunda (4), 13 casos confirmados, dentre 328 notificados, dos quais 166 foram descartados. A taxa de letalidade é de 7,7%, com um óbito confirmado e dois em investigação. Atualmente, há oito pacientes internados no Hospital do Seridó, três em estado grave, sendo seis com suspeita e dois confirmados. Os internados com suspeita são oriundos dos municípios de Cerro Corá (01); Currais Novos (01); Serra Negra (01); Jardim do Seridó (01); Jardim de Piranhas (01); e Campo Redondo: 01. Os confirmados são de Serra Negra (02).


(Foto: Sebrae)
Vídeo: A presença dos índios na história potiguarMarcus César Cavalcanti apresenta análise sobre as tribos indígenas que formam o povo potiguar

O historiador e jornalista Marcus César Cavalcanti apresenta, em seu mais novo vídeo, um regaste a história dos índios no RN. A produção é alusiva ao dia do índio, que é comemorado no Brasil no dia 19 de abril. Confira!


(Foto: Tribuna do Norte)

Idosa de 90 anos é a 4º morte por coronavírus no RNDe acordo com a Secretaria Municipal de Saúde do município, a confirmação veio após resultado de exames revelados na manhã desta sexta-feira.

A Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sesap/RN) confirmou, na manhã desta sexta-feira (3) a quarta morte pelo novo coronavírus no Rio Grande do Norte. A vítima fatal é uma idosa de 90 anos, que morreu na semana passada em Mossoró, no Oeste do estado. O caso estava em investigação desde então e o resultado dos exames confirmou a infecção por Covid-19.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde do município, a confirmação veio após resultado de exames revelados na manhã desta sexta-feira. Informações como data e local do óbito, no entanto, ainda dependem de informações da vigilância epidemiológica do município, segundo a secretaria. Com a confirmação, Mossoró já soma três dos quatro óbitos registrados no RN do novo coronavírus, 75% do total.

Ainda de acordo a Sesap, o Rio Grande do Norte possui ainda três outros casos de óbitos em investigação em Macau, Natal e Parnamirim - um em cada município. Ao todo, 11 óbitos foram descartados após investigação da Sesap.

Mortes

O Rio Grande do Norte já registrou quatro óbitos do novo coronavírus. A primeira delas foi confirmada no último sábado, 28, e trata-se do professor universitário Luís di Souza, de 61 anos, que morreu internado em um hospital privado em Mossoró um dia após receber a confirmação para a doença.

No último dia 31, o gastrólogo Matheus Aciole, de 23 anos, foi confirmado como a primeira morte pela infecção na capital potiguar. O quadro de saúde do jovem evoluiu de leve para grave dentro de dois dias. Com informações da Tribuna do Norte e da Sesap.


(Foto: G1 RN)
MPRN recomenda aumento da frota de ônibus em NatalO objetivo é evitar aglomeração no interior dos ônibus e permitir a manutenção de certa distância regulada entre os passageiros

O Ministério Público do Rio Grande do Norte (MPRN), por meio das Promotorias de Justiça da Saúde e do Consumidor com atuação em Natal, expediu recomendação conjunta para que o prefeito da Capital revise o decreto que estabeleceu circulação de 30% da frota de ônibus coletivos na cidade durante quarentena para conter pandemia do coronavírus (Covid-19).

A orientação ministerial é que o Município mantenha, pelo prazo necessário, a circulação de veículos de transporte coletivo urbano municipal, a partir de 28 de março de 2020, por meio de ônibus acessíveis com alteração do percentual da frota e redução da capacidade máxima de passageiros por veículo.  

O objetivo é evitar aglomeração no interior dos ônibus e permitir a manutenção de certa distância regulada entre os passageiros, além de garantir o transporte para os trabalhadores dos serviços essenciais públicos e privados.

O MPRN também recomendou que o Município exija das empresas de transporte o cumprimento do decreto municipal no que diz respeito à higienização total dos veículos da frota, em especial nos pontos de contato com as mãos dos usuários. 

Para tanto, o Município deve tomar providências para dar ampla divulgação das novas medidas, bem como exigir que os operadores dos veículos exerçam efetivo controle quanto à quantidade de passageiros. Também deve ser feito um controle para que o  público destinatário do serviço seja apenas aqueles que exercem atividades junto aos serviços essenciais. 

Para emitir a recomendação as unidades ministeriais com atuação na defesa dos direitos do consumidor e da saúde observaram os protocolos sanitários repassados pelo Ministério da Saúde à população em geral. Tais cuidados incluem a higienização de mãos, utensílios e superfícies com produtos adequados (como o álcool em gel e equipamentos de proteção como máscaras e luvas), sendo impossível a viabilização de tais práticas dentro de ônibus lotados. 

Por isso, foi considerada a imposição urgente de restringir a circulação nos ônibus apenas às pessoas que prestam serviços públicos e atividades essenciais, tais como: saúde, assistência social, segurança pública e privada, limpeza urbana e serviços funerários (definidos em decreto municipal). 

O MPRN ainda levou em consideração que estudos recentes demonstram a eficácia das medidas de afastamento social precoce para restringir a disseminação do coronavírus, além da necessidade de o Município de Natal alinhar a atuação administrativa para reduzir a circulação de pessoas e evitar aglomerações em toda cidade. 


(Foto: G1RN)
RN tem 478 casos suspeitos de coronavírus, informa SesapNatal, Mossoró e Parnamirim, cidades do Estado com casos confirmados, são os municípios com maior número de casos suspeitos.

O Rio Grande do Norte tem 478 casos suspeitos de Covid-19, o novo coronavírus, de acordo com o novo boletim da Secretaria de Estado da Saúde Pública do RN (Sesap-RN) divulgado na tarde desta terça-feira (24). O número de suspeitos saltou de 270 para 478. O Estado tem 14 casos confirmados. 

Natal, Mossoró e Parnamirim, cidades do Estado com casos confirmados, são os municípios com maior número de casos suspeitos. A capital potiguar registra quase metade dos casos suspeitos: 200. A cidade do Oeste Potiguar tem 90 casos e Parnamirim registra outros 29 suspeitos. 
Ao todo, de acordo com o boletim da Sesap, também subiu o número de cidades do Estado que registram ao menos um caso suspeitos. De 42, até esta segunda-feira (23), para 64, segundo o novo documento. Confira os municípios ao final da matéria. Dos 478 casos suspeitos, 24 deles são de pessoas que moram em outros estados do País, mas que foram notificados em cidades potiguares.
Ao todo, os 14 casos confirmados de Covid-19 no RN estão espalhados nas seguintes cidades: Natal (9), Parnamirim (4) e Mossoró (1).
Confira a lista de municípios do RN com casos suspeitos: 
Açu: 10
Angicos: 1
Areia Branca: 1
Augusto Severo: 1
Baía Formosa: 1
Baraúna: 9
Barcelona: 2
Bodó: 3
Brejinho: 2
Caicó: 1
Canguaretama: 2
Caraúbas: 2
Carnaubais: 2
Ceará-Mirim: 2
Cerro Corá: 1
Doutor Severiano: 2
Parnamirim: 29
Espírito Santo: 1
Extremoz: 2
Felipe Guerra: 4
Florânia: 1
Frutuoso Gomes: 1
Goianinha: 1
Governador Dix Sept Rosado: 3
Guamaré: 5
Ipueira: 2
Januário Cicco: 1
Jardim do Seridó: 1
João Câmara: 2
Jucurutu: 3
Jundiá: 2
Lagoa d’Anta: 1
Lagoa de Velhos: 1
Lajes: 3
Macaíba: 3
Macau: 2
Montanhas: 1
Monte Alegre: 1
Monte das Gameleiras: 1
Mossoró: 90
Natal: 200
Nísia Floresta: 3
Nova Cruz: 1
Parelhas: 4
Rio do Fogo: 3
Patu: 2
Santa Maria: 1
Pau dos Ferros: 1
Pedro Velho: 2
Pilões: 1
Tibau: 4
Ruy Barbosa: 1
Santa Cruz: 2
Santana do Matos: 1
São Fernando: 1
São Gonçalo do Amarante: 6
São João do Sabugi: 3
São José de Mipibu: 4
São José do Campestre: 3
São Miguel do Gostoso: 1
São Paulo do Potengi: 1
Serra do Mel: 1
Tibau do Sul: 1
Touros: 1
Fonte: Sesap
Atualizada às 15h31 para correção de informação no número de casos suspeitos. Com informações da Tribuna do Norte.


(Foto: Reuters)
RN tem 131 casos suspeitos de coronavírusO boletim mostra também quais as cidades que têm casos suspeitos de infecção por coronavírus.

A Secretaria de Estado da Saúde Pública do Rio Grande do Norte (Sesap) atualizou os números acerca do novo coronavírus no RN no fim desta tarde, e aponta para um aumento no número de casos suspeitos, que chega a 131, depois do último relatório apontar 75 casos. Outros 41 casos já foram descartados e outros dois são apontados como prováveis

O boletim mostra também quais as cidades que têm casos suspeitos de infecção por coronavírus. Ao todo, 23 municípios notificaram casos suspeitos à Sesap, sendo Natal e Mossoró os que mais têm registros. 


(Foto: Danilo Bezerra)
RN tem cinco casos suspeitos de coronavírusSesap aponta números de casos suspeitos, descartados e excluídos.

A Secretaria de Estado da Saúde Pública (Sesap), divulgou nesta segunda-feira (02), o boletim atualizado dos casos de infecção humana pelo Covid-2019 (novo coronavírus) no Rio Grande do Norte, de acordo com os critérios estabelecidos pelo Ministério da Saúde (MS). Até o momento, o estado contabiliza cinco casos suspeitos, quatro descartados e quatro excluídos.

Dos cinco casos suspeitos, quatro são de indivíduos residentes em Natal e um em Parnamirim. Os casos aguardam confirmação laboratorial, estando um deles sob investigação no Laboratório Central do RN (Lacen-RN), cujo prazo de análise pode durar até 72 horas. As amostras coletadas nos quatro casos suspeitos restantes foram enviadas ao Instituto Evandro Chagas (IEC), no Pará, com prazo de até sete dias para liberação dos resultados.

O protocolo define que a coleta é feita após o primeiro relato dos sintomas, e uma análise inicial é realizada no Lacen-RN. Caso seja detectado outro vírus respiratório, diferente do coronavírus, o caso é considerado descartado. Em caso de resultado negativo ou inconclusivo para influenza, a amostra é enviada para o laboratório de referência nacional, o Instituto Evandro Chagas, no Pará.

Os cinco pacientes suspeitos apresentam vínculo epidemiológico. Todos seguem em estado geral bom, em isolamento domiciliar, medida recomendada para casos sem complicações clínicas, conforme Protocolo Clínico Estadual e Nacional.

No RN, o Hospital Giselda Trigueiro e o Hospital Pediátrico Maria Alice Fernandes são unidades de referência para os casos que necessitem de internação.


(Foto: Assecom)
RN investiga três possíveis casos de coronavírus em NatalDe acordo com a Sesap, exames foram realizados nas pacientes para confirmar as suspeitas.

A Secretaria de Saúde Pública do Rio Grande do Norte confirmou nesta quarta-feira (26) que está investigando três possíveis casos de coronavírus no estado. De acordo com a Sesap, exames foram realizados nas pacientes para confirmar as suspeitas. Agora elas estão em quarentena domiciliar.

A Sesap informou que a investigação é para confirmar se os casos atendem, ou não os critérios para serem considerados suspeitos. As pacientes são uma menina de 10 anos, que estava em um cruzeiro que ia pra Xangai e foi desviado pra Hong Kong, e duas mulheres, uma de 28 e outra de 45 anos, que viajaram para o norte da Itália. Não há grau de parentesco entre as três.

De acordo com a assessoria de imprensa da Secretaria, após os resultados desses procedimentos médicos a pasta convocará uma entrevista coletiva para divulgar mais informações. Com informações do G1 RN.


(Foto: Assecom)
Chuvas: Inmet alerta para riscos em 121 municípios do RNAinda segundo o aviso, há baixo risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas.

O Instituto Nacional de Meteorologia emitiu alerta para 121 cidades do Rio Grande do Norte devido à previsão de chuvas fortes até a sexta-feira (14). Segundo aponta o levantamento, há riscos de ventos intensos e chuvas de até 50mm no dia. 

De acordo com o alerta amarelo, que se refere a "perigo potencial", as chuvas no período podem ser de até 50 mm por dia, com ventos intensos, de 40km/h a 60km/h.

Ainda segundo o aviso, há baixo risco de corte de energia elétrica, queda de galhos de árvores, alagamentos e de descargas elétricas.

A recomendação para a população é que, em caso de rajadas de vento, não se abrigue debaixo de árvores, pois há leve risco de queda e descargas elétricas e não estacione veículos próximos a torres de transmissão e placas de propaganda. Além de evitar o uso de aparelhos eletrônicos ligados à tomada.

 

Boletim

As chuvas em Natal chegaram ao índice de 15,7 mm de acordo com o último boletim pluviométrico, produzido pela Empresa de Pesquisa Agropecuária (Emparn). Dos 173 postos de medição de volume das chuvas existentes no estado, 13 registraram alguma precipitação entre as 7h dessa quarta (12) ao mesmo horário dessa quinta-feira (13).

Extremoz, município da Grande Natal, foi a cidade que apresentou o maior volume de chuvas no último período de atualização. Durante as 24 horas de monitoramento, foram registradas chuvas de 21,4 mm.


(Foto: Tribuna do Norte)
Mostrar mais
Veja Também


Mais Blogs
Mais Recomendadas