×
Home
FocoNews
Clássico Rei
Carro e Campo
Mosaico
Fatos e Notas
Especial Foco
Fotos
RN em Foco
Espaço GEEK
Edições
Anuncie aqui
Fale conosco









#ESPECIAL
FOCO

Eleito novo presidente da Academia de Letras do RNO juiz federal, professor e escritor Ivan Lira de Carvalho foi eleito com 30 votos

Com 30 votos dos acadêmicos presentes à ANRL, o Juiz Federal, professor e escritor Ivan Lira de Carvalho foi eleito para a Academia Norte-rio-grandense de Letras, na tarde desta terça-feira. Lira venceu o escritor e dramaturgo Racine Santos e a recorrente candidata Naide Gouveia, e irá ocupar a cadeira de número 34, na vaga do escritor, jornalista e pesquisador Lenine Pinto, que faleceu este ano. 

Além de escritor, Ivan Lira é membro do Conselho Estadual de Cultura. Este ano, lançou o livro de crônicas “Brevidades”, obra de cunho memorialista, com ênfase em suas lembranças do sertão, história e cinema. Também publicou “De longe e de perto” (ed Sebo Vermelho) sobre os lugares onde viveu.

Nascido em Cuité, Ivan Lira de Carvalho é graduado em Direito pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) e Doutor e Mestre em Direito pela Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Também, possui especialização em Direito Penal pela Universidade de Brasília-DF. Foi Advogado, Promotor de Justiça e Juiz de Direito das Comarcas de Augusto Severo-RN (atual Campo Grande-RN), São Gonçalo do Amarante-RN, São Miguel-RN. Atualmente, é juiz federal em Natal, RN e membro da Academia de Letras Jurídicas do Rio Grande do Norte e do Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Norte.

A programação desta terça-feira também incluiu lançamentos de livros e a edição da  Revista da Academia Norte-rio-grandense de Letras está comemorando, neste ano de 2019, 68 anos de existência e uma fase de seis anos de atividades ininterruptas, chegando a sua 60ª edição. Com informações da Tribuna do Norte.


(Foto: Ponto de Vista)
Volume de exportações do RN cresce 20,9% em 2019O volume exportado do melão passou de 48.602 toneladas (2018) para 99.609 toneladas este ano

As exportações do Rio Grande do Norte de janeiro a setembro ficaram 20,9% maiores que no mesmo período de 2018, não considerando nesse cálculo os “itens extraordinários” exportados em maio.  O Estado exportou, nesses nove meses, aproximadamente, 219,1 milhões de dólares, contra 181,2 milhões de dólares do mesmo período do ano passado.  Os dados são do Centro Internacional de Negócios (CIN) da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Norte (Fiern) e estão no relatório Balança comercial do Rio Grande do Norte, divulgado nesta quinta-feira (10).

As exportações de setembro foram 60,3% maiores que as de agosto deste ano e 3,9% maiores que em setembro do ano passado. Os principais produtos exportados foram melões, tecidos de algodão, melancias, castanhas de caju e sal. Desses cinco produtos, apenas os melões e melancias tiveram variação positiva no período, com percentuais significativos. O volume total exportado em setembro somou, em dólares, 22.808. No mesmo mês de 2018, as exportações tinham somado US$ 21.955.

No caso do melão o volume exportado passou de 10.590 toneladas (US$ 7.199), em setembro de 2018, para 13.820 (US$ 9.015) toneladas, em setembro deste ano, um crescimento de 30,50%. Já o quantitativo exportado de melancias passou de  6.321 toneladas, em setembro do ano passado, para 8.157 toneladas no mês passado, um aumento de 29,04%.

No acumulado de janeiro a setembro, o volume das exportações desses dois produtos cresceu  104,94% (Melão) e 208,23% (Melancia). Já o volume exportado de sal reduziu em 12,17% de janeiro a setembro deste ano, em relação ao mesmo período do ano passado. De forma geral, no Brasil a exportação de frutas cresceu cerca de 10% nesses primeiros nove meses do ano, s egundo dados divulgados nacionalmente.

Itens extraordinários

Considerando as vendas de um equipamento de alto custo para manutenção de máquinas de extração de petróleo e de “outras aeronaves”, registradas em maio, as exportações do Rio Grande do Norte cresceram 47%, em volume de recursos, de janeiro a setembro deste ano em relação ao mesmo intervalo de tempo do ano passado.

As importações cresceram 1,6%, com o trigo liderando a pauta importadora seguido de polímeros e outros insumos industriais e a corrente de comércio cresceu 28,9% no  acumulado de 2019. Com informações da Tribuna do Norte.


(Foto: Sebrae)
Senac ministra oficinas gastronômicas na Festa do BoiNo espaço Sebrae Terroir, serão realizadas palestras; seminários; rodadas de negócios

Chefs instrutores do Senac RN estarão presentes no Espaço Terroir do Sebrae, montado durante a 57ª Festa do Boi 2019, evento que ocorrerá entre os dias 12 e 19 de outubro, no Parque de Exposições Aristófanes Fernandes, em Parnamirim, Grande Natal.

Na programação, os Chefs  Elizabeth Assunção, Tulyanne Bezerra, Thiago Gomes, Renata Lopes, Paulo Arsand e Amanda Navarro ministrarão oficinas que irão abordar experiências gastronômicas envolvendo ingredientes como mel; queijos; cachaça; comida de boteco entre outros. As aulas acontecerão na “Cozinha Show Sebrae e Senac”, e contarão ainda com o apoio de professores e alunos da instituição. Interessados em participar deverão se inscrever no site www.rn.sebrae.com.br/terroir. As oficinas serão gratuitas.

No espaço Sebrae Terroir, serão realizadas palestras; seminários; rodadas de negócios; exposições com cerca de 60 empresas da cadeia de alimentos e bebidas do RN, entre outras ações que irão sempre tratar sobre temas relacionados aos sabores de diversas regiões brasileiras. O objetivo principal do Terroir é destacar sustentabilidade e valorização local, assim como apresentar inovações voltadas para o agronegócio. Estima-se que um público de cerca de 25 mil pessoas visite o espaço.

A Festa do Boi é o maior evento do setor agropecuário no Rio Grande do Norte. A expectativa é de um público de 330 mil visitantes e mais de R$ 60 milhões em negócios. 

Confira a programação das oficinas do Senac no evento:

13 de outubro:

20h – 21h – Experiência Gastronômica Terroir – Mel: da entrada a sobremesa – Elizabeth Assunção – SENAC

16 de outubro

20h – 21h – Experiência Gastronômica Terroir – Cozinhando com queijo de cabra e mel de engenho – Tulyanne Bezerra SENAC

18 de outubro:

18h – 19h – Experiência Gastronômica Terroir – Shot Comestível Caipiostra – Thiago Gomes – SENAC

19 de outubro:

14h – 15h – Experiência Gastronômica Terroir – Comida de Boteco Vegana – Renata Lopes – SENAC

16h – 17h – Experiência Gastronômica Terroir – Gastronomia Campeira do Gaúcho na mesa de bar – Paulo Arsand – SENAC

18h – 19h – Experiência Gastronômica Terroir – Bao Potiguar – Amanda Navarro – SENAC


(Foto: Divulgação)
Bancada federal encaminha R$ 9,8 mi para RedinhaObras para a Redinha foram alvos de contingenciamento neste ano

O destino dos R$ 9,8 milhões descontingenciados pelo Governo Federal tem destino certo: a bancada federal decidiu que o valor referente a emendas parlamentares será enviado para as obras de revitalização da região da Redinha.

Projeto prevê reforma completa do Mercado da Redinha com espaço para restaurantes de padrão internacional além de melhor acessibilidade.

Em abril deste ano, o Governo havia bloqueado 21,6% de todas as emendas parlamentares deste ano. Para evitar o corte em áreas essenciais, como segurança pública, e a paralisação de obras como a Barragem de Oiticica, parte dos recursos para a Redinha foi contingenciada, com o compromisso dos parlamentares de que o valor fosse restaurado assim que possível.

"Nós estivemos unidos em busca de uma solução pra essa obra tão importante para Natal. A destinação desse recurso desbloqueado para a Redinha teve apoio unânime dos parlamentares do Rio Grande do Norte", afirmou Rafael Motta, coordenador da bancada.

A construção de um mercado modelo e um calçadão, além da reforma do Clube da Redinha é uma demanda antiga dos moradores da região e tem potencial de alavancar o turismo na zona norte da capital.

A bancada já havia priorizado R$ 8,5 milhões no primeiro semestre para as obras. Com o desbloqueio do recurso, o complexo turístico receberá mais de R$ 18 milhões. Com informações da Tribuna do Norte. 


(Foto: Tribuna do Norte)
Polícia Civil decide fazer paralisação no dia 21A deliberação sobre a parada aconteceu na sede do Sindicato da Polícia Civil do Rio Grande do Norte (Sinpol)

Os policiais civis do Rio Grande do Norte decidiram nesta segunda-feira, 7, realizar paralisação das atividades no próximo dia 21 de outubro. A categoria espera, a partir desta medida, que o Governo do Estado acelere processos de progressão e promoção para agentes e escrivães. Cerca de 80% da força da Polícia Civil aguarda há três anos, em média, para alcançar um novo nível operacional.

A deliberação sobre a parada aconteceu na sede do Sindicato da Polícia Civil do Rio Grande do Norte (Sinpol), no bairro de Cidade Alta, na zona Leste de Natal. Em uma concorrida assembleia geral, com a presença de quase 200 profissionais – entre agentes, escrivães e aposentados –, a definição fina foi a de que a categoria precisa recrudescer nas exigências feitas ao Governo do Estado.

“Nossa pauta é simples, e tem a ver com as nossas promoções e progressões. O nosso projeto de reestruturação é todo voltado para isso. Esperamos que o Governo do Estado cumpra com o termo de acordo assinado com a categoria. Queremos que as negociações avancem e não fiquem apenas na embromação”, disse Nilton Arruda, presidente do Sinpol.

Ele revelou, ainda, que as negociações com os representantes do governo estadual acontecem desde julho passado. Um termo de acordo foi assinado no mesmo mês delimitando o compromisso da Secretaria Estadual de Administração (Sead) em deflagrar as ações de progressão e promoção dos policiais. “Não andou nada até agora. Os processos de progressão já concluídos não foram implantados. Queremos que o Governo cumpra com o acordo. As progressões e promoções são direitos dos policiais civis”, detalhou.


(Foto: Cedida)
Cesta básica em Natal registra queda no preçoDados do Dieese foram divulgados nesta sexta-feira (4). Cidade teve o terceiro menor preço entre capitais pesquisadas.

O preço médio da cesta básica de alimentos em Natal ficou em R$ 352,57 no mês de setembro, de acordo com o Departamento Intersindical de Estudos Econômicos e Sociais (Dieese). O valor significou redução de -0,53% em relação ao custo em agosto. Esse foi o terceiro menor preço registrado entre as 17 capitais pesquisadas.

De acordo com o órgão, em 12 meses, a variação acumulada foi de 6,74%. No acumulado de janeiro a setembro de 2019, a variação foi de 3,27%.

Seis produtos tiveram redução de preço entre agosto e setembro: tomate (-5,36%), açúcar (-4,84%), café em pó (-3,28%), feijão carioquinha (-2,94%), carne bovina de primeira (-0,61%) e farinha de mandioca (-0,24%).

Por sua vez, o pão francês não apresentou variação de preço. Mas outros cinco produtos tiveram aumento: óleo de soja (5,50%), banana (3,43%), manteiga (2,48%), leite integral longa vida (1,05%) e arroz agulhinha (0,63%).

Em 12 meses, de setembro do ano passado até agora, o feijão carioquinha foi o que mais teve aumento de preço (41,05%). O tomate aumentou 34,18%, a banana, 15,63%. Os produtos foram seguidos pelo óleo de soja (8,04%), arroz agulhinha (7,23%), açúcar (6,79%), manteiga (5,48%), pão francês (4,28%) e carne bovina de primeira (2,51%).

As taxas acumuladas foram negativas em um ano para a farinha de mandioca (-17,07%), leite integral longa vida (-12,33%) e café em pó (-9,85%).

O trabalhador natalense cuja remuneração equivale ao salário mínimo precisou cumprir jornada de trabalho de 77 horas e 43 minutos, em setembro de 2019, para comprar a cesta. Em agosto, o tempo necessário foi de 78 horas e 44 minutos. Já em setembro de 2018, a jornada média era de 76 horas e 10 minutos.

Em setembro de 2019, o custo da cesta em Natal comprometeu 38,40% do salário mínimo líquido (após os descontos previdenciários), percentual menor que o de agosto (38,60%). Em setembro de 2018, equivalia a 37,63%.


(Foto: Tribuna do Norte)
ENEM: Locais de prova serão conhecidos no dia 16Além do local de prova, os participantes poderão conferir, no Cartão, o número da sala onde farão o exame

Os  estudantes que farão o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) poderão consultar, a partir do dia 16, o local onde farão o exame este ano. As provas serão aplicadas nos dias 3 e 10 de novembro. O local de prova está no Cartão de Confirmação da Inscrição, que poderá ser consultado na Página do Participante, na internet, ou pelo aplicativo do Enem, disponível para download nas plataformas Apple Store e Google Play.

Além do local de prova, os participantes poderão conferir, no Cartão, o número da sala onde farão o exame; a opção de língua estrangeira feita durante a inscrição; e o tipo de atendimento específico e especializado com recursos de acessibilidade, caso tenham sido solicitados e aprovados; entre outras informações.

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep), responsável pela aplicação do exame, recomenda que os participantes, assim que souberem onde farão o exame, façam o trajeto até o local de prova para verificar a distância, o tempo gasto e a melhor forma de chegar ao local de prova, evitando atrasos no dia da aplicação.

No dia do Enem, a dica é chegar no local com antecedência. Os portões abrirão às 12h, pelo horário oficial de Brasília, e serão fechados às 13h. O Inep recomenda que os participantes levem o Cartão de Confirmação da Inscrição impresso nos dois dias de aplicação do exame e alerta para que não deixem para acessar o documento somente na véspera da prova.

Cronograma em dia

Hoje (3) falta um mês para o primeiro dia de prova do Enem. Segundo o Inep, o cronograma de aplicação do exame está sendo cumprido conforme o planejado. Todas as provas já foram impressas e estão prontas para distribuição aos estados. Mais de 54 mil malotes de prova serão distribuídos para 11.227 coordenações.

O Enem 2019 será realizado em 1.727 municípios brasileiros. Mais de 5 milhões de pessoas farão o exame. Quem já concluiu o ensino médio ou vai concluir este ano pode usar as notas do Enem para se inscrever no Sistema de Seleção Unificada, que oferece vagas em instituições públicas de ensino superior. Os estudantes podem ainda concorrer a bolsas de estudo pelo Programa Universidade para Todos e podendo ser beneficiados pelo Fundo de Financiamento Estudantil.


(Foto: AFP)
Comércio de Natal terá horário diferenciado no feriadoO Governo do Estado decretou ponto facultativo para o servidores públicos.

No Rio Grande do Norte, 3 de outubro é feriado estadual, dia em que se celebram os Mártires de Cunhaú e Uruaçu. Em razão da data, o funcionamento de repartições públicas, privadas e do comércio sofrerá modificações. A Câmara de Dirigentes Lojistas de Natal informa o funcionamento dos principais pontos comerciais da capital potiguar, para que o consumidor possa se programar e aproveitar melhor o feriado.

Comércio de rua, principalmente no Alecrim, dia de feira, terá abertura facultativa

Além das mudanças no comércio, as repartições públicas não funcionarão na quinta-feira. Já na sexta, o Governo do Estado decretou ponto facultativo para o servidores públicos.

Veja programação:

Comércio de Rua

Alecrim: Abertura facultativa, das 8h às 12hs

Centro da Cidade: Abertura facultativa

Os grandes magazines (Riachuelo, C&A, e Marisa ) abrem das 8h às 16hs

Zona Norte: Fechado

 

Shoppings

Shopping 10:

Fechado

Midway Mall:

Lojas de departamento de 13h às 21h e demais lojas  de 15h às 21h.

Alimentação e lazer de 11h às 22h.

Natal Shopping:

Lojas: 15h às 21h.

Praça de alimentação: 11h às 22h.

Academia: 9h às 15h.

Praia Shopping:

Praça de Alimentação e Lazer: A partir das 11h.

Lojas e Quiosques: 15 às 21h.

Cinema conforme a programação.

Shopping Cidade Jardim:

Alimentação e lazer: A partir das 11h.

Lojas e quiosque: A partir das 15h.

Americanas: Das 12h às 21h.

Shopping Via Direta:

Praça de Alimentação e Lazer: 12h às 22h.

Lojas e Quiosques: Abertura facultativa das 14h às 20h

Partage Norte Shopping Natal

Carrefour: 7h às 21h;

Academia: 8h às 18h;

Cosern: Fechada;

Praça de Alimentação/Lazer: 11h às 22h;

Lojas/Quiosques: 15h às 21h, sendo facultativo, a partir das 12h;

Cinema: Conforme sessões.

Supermercados

Funcionamento das 7h às 21hs

 

Com informações da CDL/Natal


(Foto: Tribuna do Norte)
Novo sistema de segurança é inaugurado em MossoróInauguração faz parte das ações do governo estadual com a transferência da capital para Mossoró

O sistema de segurança pública em Mossoró recebeu um importante reforço na sexta-feira, 27. O Governo do Estado e a Secretaria de Estado da Segurança Pública e da Defesa Social (Sesed) inauguraram a nova sede do Centro Integrado de Operações em Segurança Pública (Ciosp) na capital do Oeste Potiguar, equipado com todas as ferramentas de vigilância utilizadas no estado e em conexão com as câmeras da Prefeitura de Mossoró.

“O trabalho do Ciosp mostra a necessidade imperiosa de dotar o estado de conectividade. Este Centro é a materialização dos efeitos da tecnologia beneficiando a população, com uma infraestrutura tecnológica de alta qualidade. Pela primeira vez o sistema prisional dessa região está integrado ao Ciosp. Com essa amplitude da nova estrutura teremos uma ação ainda muito mais eficaz no combate à criminalidade”, destacou a governadora Fátima Bezerra.

A nova sede do Ciosp reúne Polícia Militar, Polícia Civil, Sistema Prisional, Corpo de Bombeiros Militar e Instituto Técnico-Científico de Perícia, agregando pela primeira vez o monitoramento das imagens das unidades prisionais e das tornozeleiras eletrônicas na região. “Com a nova estrutura, além do monitoramento das imagens dos presídios em Mossoró, também será possível fazer o monitoramento das tornozeleiras”, explicou o secretário de Segurança Pública e Defesa Social, Francisco Araújo.

A ação, que é parte da agenda do Governo que segue instalado oficialmente em Mossoró até o dia 30, representa um investimento de R$ 1,5 milhão na ampliação e melhoria da vigilância na 2ª maior cidade do Rio Grande do Norte, com recursos do Governo Cidadão, financiado pelo acordo de empréstimo junto ao Banco Mundial. “A melhoria para o sistema de segurança é imensa, pois vamos monitorar efetivamente as tornozeleiras por 24h pela primeira vez”, reforçou o secretário de Estado da Administração Penitenciária, Pedro Florêncio.

O trabalho integrado segue a diretriz de trabalho implantada no sistema de segurança pública do RN. As ações conjuntas proporcionaram este ano, entre janeiro e agosto, uma redução de aproximadamente 30% nos crimes violentos letais intencionais, comparando o mesmo período em 2018.

Com a mudança de local, o Ciosp sai das dependências 2º Batalhão de Polícia Militar (BPM) e passa a funcionar ao lado do Aeroporto Dix-Sept Rosado. O prédio passa a ter uma nova central telefônica para o atendimento das ocorrências, um sistema moderno de rastreamento veicular e de localização das viaturas, além do controle de gastos de combustíveis. “A ampliação do Ciosp em Mossoró é um antigo sonho, pois agrega novos serviços e passamos a operar com 100% da capacidade, utilizando todas as ferramentas. Vale destacar que 90% da tecnologia utilizada é desenvolvida em solo potiguar”, destacou o tenente-coronel PM Kleber Macedo, diretor do Ciosp.


(Foto: Assessoria)
Governo anuncia data de pagamento até dezembroNos meses de novembro e dezembro, o Governo aumenta a faixa de pagamento para a primeira quinzena.

Em reunião com o Fórum dos Servidores Estaduais realizada na Secretaria da Administração, o Governo do Estado reiterou o compromisso de pagar o salário dos servidores dentro do mês trabalhado e anunciou o calendário de pagamento dos meses de outubro, novembro e dezembro.

No dia 15 de outubro recebem os servidores estaduais com salários até R$ 3 mil (valor bruto) e 30% do salário dos servidores que ganham acima desse valor, entre ativos, inativos e pensionistas, além do pagamento integral do salário à categoria da Segurança Pública. No dia 31 de outubro recebem o salário integral os servidores das pastas com recursos próprios e da Educação, além dos 70% restantes de quem ganha acima de R$ 3 mil, concluindo a folha do mês.

Nos meses de novembro e dezembro, o Governo aumenta a faixa de pagamento para a primeira quinzena. Assim, serão pagos no dia 15 dos respectivos meses os servidores com salários até R$ 4 mil (valor bruto) e 30% do salário dos servidores que ganham acima desse valor, entre ativos, inativos e pensionistas, além do pagamento integral do salário à categoria da Segurança Pública.

No final do mês, tanto de novembro quanto dezembro, recebem o salário integral os servidores das pastas com recursos próprios, assim como serão pagos os 70% restantes de quem ganha acima de R$ 4 mil, concluindo a folha.

Outras pautas como a quitação das folhas atrasadas foram discutidas com o Fórum, no entanto, o pagamento dessa dívida, conforme acordado desde o início do ano com os representantes dos servidores, está condicionada ao aporte de recursos extras.

Sobre o tema, o secretário de Planejamento, Aldemir Freire, pontuou que a equipe está buscando alternativas. Além disso, aguarda definições de recursos que podem ser viabilizados para os cofres do Estado oriundos da cessão onerosa e do plano de equilíbrio fiscal do Governo Federal.

Também participaram da reunião os secretários da Administração, Virgínia Ferreira, Raimundo Alves (Gabinete Civil) e também o Controlador Geral do Estado, Pedro Lopes. A próxima reunião do governo com o fórum de servidores ficou previamente agendada para o final do mês de outubro.


(Foto: FIERN)
Economia: RN bate recorde de empregos em agostoCom o resultado de agosto, o acumulado do ano no Rio Grande do Norte melhorou.

Pela terceira vez no ano, o Rio Grande do Norte encerrou um mês com saldo positivo na geração de empregos no mercado formal. Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), divulgado nesta quarta-feira, 25, pelo Ministério da Economia, o Estado registrou em agosto um saldo positivo de mais de 3,7 mil vagas de trabalho.

O número é recorde no ano – superando, portanto, os saldos positivos notados em junho e julho. No mês passado, de acordo com o Caged, foram 15.264 admissões contra 11.525 demissões, totalizando um saldo de 3.739 empregos.

Em todo o País, a expansão em agosto foi de 121,3 mil vagas, decorrente de 1.382.407 admissões e de 1.261.020 desligamentos. O resultado de agosto, o quinto resultado positivo de 2019, é equivalente à variação de 0,31% em relação ao estoque no mês anterior. Foi o melhor agosto no Caged desde 2013.

No Rio Grande do Norte, o saldo positivo foi puxado principalmente pela agricultura. O setor foi responsável pela expansão de 2.551 vagas no mercado formal, seguido pela indústria de transformação, que apresentou um saldo de 1.046 vagas.

Além desses segmentos, tiveram saldo positivo – embora mais modestos – a construção civil (122), o setor de serviços (17), serviços industriais de utilidade pública (10), extração mineral (9) e a administração pública (8). O único setor que teve saldo negativo foi o comércio, com -24 vagas.

Com o resultado de agosto, o acumulado do ano no Rio Grande do Norte melhorou. O saldo continua negativo em 2019, mas agora é de 642 vagas, resultante de 99.674 demissões contra 99.032 contratações. Em doze meses (de agosto de 2018 a agosto deste ano), o saldo é positivo em 3.201 vagas.

Segundo o Caged, todas as cinco regiões do Brasil apresentaram saldo de emprego positivo em agosto: Sudeste (51.382 postos, com variação positiva de 0,25%); Nordeste (34.697, 0,55%); Sul (13.267, 0,18%); Centro-Oeste (11.431, 0,35%) e Norte (10.610, 0,59%). Das 27 unidades federativas, 25 tiveram saldo positivo. Os maiores saldos foram registrados em São Paulo (33.298 postos, 0,27% de variação positiva), Rio de Janeiro (11.810, 0,36%) e Pernambuco (10.431, 0,85%).

Para o conjunto do território nacional, o salário médio de admissão em agosto de 2019 foi de R$1.619,45 e o salário médio de desligamento, de R$ 1.769,59.

Em termos reais (mediante deflacionamento pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor – INPC) houve aumento de 0,44% no salário de admissão e 0,09% no salário de desligamento em comparação ao mês anterior. Em relação ao mesmo mês do ano anterior foi registrado crescimento de 1,97% para o salário médio de admissão e de 1,02% para o salário de desligamento.


(Foto: Tribuna do Norte)
Aeroporto Augusto Severo deve virar centro culturalSerão utilizados ainda três edificações da Base Oeste da Ala 10, construídas originalmente pela aeronáutica, a partir de 1942, com a criação da Base Aérea de Natal.

A Prefeitura de Parnamirim, através da Secretaria de Planejamento, Finanças, Turismo e Desenvolvimento Econômico (Seplaf), apresentou na manhã desta terça-feira (24), no Cine Teatro Municipal, o início do trabalho da implantação do projeto do Centro Cultural Trampolim da Vitória. Com o intuito de resgatar a história da cidade, o Centro Cultural será instalado no antigo Aeroporto Augusto Severo e será um dos projetos mais importantes do município.

Entre as autoridades que participaram do evento estavam o Prefeito Rosano Taveira, representantes da Força Aérea Brasileira, Sebrae e Fecormercio, secretários e vereadores municipais. A previsão de entrega da primeira etapa do Centro Cultural será no dia 17 de dezembro, dia do aniversário de Parnamirim e a Prefeitura Municipal vai investir aproximadamente R$ 2,1 milhões.

Com satisfação, o prefeito Rosano Taveira falou sobre a importância da instalação do Centro Cultural para o município e estado. “Agradeço o apoio da Força Aérea Brasileira. Trabalhamos durante sete meses para alcançar essa conquista. É muito gratificante a realização deste equipamento, que é autossustentável e vai melhorar ainda mais a economia, gerando emprego e renda”, disse Taveira, lembrando que os trabalhos na área começam a partir de hoje (24).

O Secretário de Planejamento, Turismo e Desenvolvimento Econômico, Giovani Júnior, apresentou o projeto para a imprensa, autoridades e personalidades de diversos segmentos da sociedade. De acordo com o secretário, as atrações que serão ofertadas no Centro Histórico vão aumentar a visitação de turista na cidade.

“A primeira parte inclui o terminal de passageiros. Vamos contar a história da aviação e da segunda guerra mundial interagindo com a tecnologia. Simulação de voo, projeções, óculos 3D e visitação aos aviões com direito ao uso do fardamento e tudo. A ideia é gerar muita interatividade, para que as pessoas conheçam não só a história, mas possa vivenciá-la também”.


(Foto: Divulgação)
‘MEIs’ potiguares desenvolve a atividade em casaA informação consta na pesquisa Perfil do MEI, elaborada anualmente pelo Sebrae Nacional com dados de empreendedores de todo o Brasil

Uma reforma daqui, uma adaptação dacolá, e, de repente, a residência está transformada no ambiente de trabalho. Essa realidade, comum para muitos brasileiros em tempos de retração econômica, é também a prática mais frequente entre os Microempreendedores Individuais (MEI) do Rio Grande do Norte quando se trata de endereço comercial. 44% dos microempreendedores potiguares ainda desenvolvem a atividade na própria residência, enquanto 30% deles têm um ponto comercial.

A informação consta na pesquisa Perfil do MEI, elaborada anualmente pelo Sebrae Nacional com dados de empreendedores de todo o Brasil, cuja taxa de empreendedores que exercem as atividades no lar é de 40% e no Nordeste de 39%. O estudo indica ainda que no Rio Grande do Norte 11% dos MEIs atuam na rua, de forma ambulante. Já 10% deles atendem na casa do cliente. Atualmente, o estado conta com mais de 114 mil negócios enquadrados nessa categoria jurídica.

“Quando a figura do MEI foi criada, foi justamente para atender essas pessoas que estavam na informalidade, e a maioria trabalhava por conta própria em casa. Então, é muito natural percentual mais elevado”, analisa a coordenadora do MEI no Sebrae no Rio Grande do Norte, Ruth Suzana Maia. Segundo ela, o ponto comercial, em alguns casos, vem com a evolução do negócio, tipo de atividade e também por exigência da clientela. “Acontece muito com sacoleiras. As pessoas que compram as roupas pedem para que elas tenham um ponto fixo para poder ver melhor os produtos”.

Sobre aqueles que atuavam na informalidade, Ruth Maia comenta: “Muitos deles já trabalhavam em casa, ao montar uma venda de gás – quando era permitido – ou até uma lojinha de confecção. Isso até para diminuir custos. Ao se registarem como MEI, só fizeram legalizar a empresa no endereço residencial. Isso é muito comum”.

A pesquisa também revelou que 30% dos microempreendedores potiguares se formalizaram porque almejavam independência, o que sinaliza uma tendência que se aproxima do empreendedorismo por oportunidade. Por outro lado, 34% dos MEIs só se registraram porque precisavam de uma fonte de renda para assegurar o orçamento doméstico, uma espécie de empreendedorismo por necessidade.

E esse dado também é justificado pelo estudo do Sebrae. O levantamento comprova que 48% dos microempreendedores do estado antes de se formalizar trabalhavam com carteira assinada. Outros 20% eram autônomos que atuavam informalmente para desenvolver as atividades. Já 15% dos que hoje têm um negócio registrado como MEI trabalhavam, no entanto, sem a ter a carteira assinada. Esse é o perfil da maioria dos microempreendedores do estado.

O Perfil do MEI 2019 ouviu, entre os dias 1º de abril e 28 de maio, 10.339 empreendedores, sendo 383 somente no Rio Grande do Norte, sondagem que alcança 95% de nível de confiança e 1% de margem de erro, delineando as principais características desses empreendedores.


(Foto: Portal no Ar)
Câmara discute Plano Diretor de Natal nesta quinta-feiraDe acordo com especialistas e classe política, plano precisa de revisões

O presidente da Câmara Municipal de Natal, vereador Paulinho Freire (PSDB), convocou uma sessão extraordinária para esta quinta-feira, 19, a partir das 13h45, para que o Poder Executivo preste informações sobre o processo de elaboração do novo Plano Diretor de Natal, a fim de atualizar os parlamentares e a população sobre os principais pontos acerca da revisão do instrumento e a previsão da chegada da minuta à Câmara para apreciação e votação.

“Vamos debater com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Urbanismo sobre o andamento do Plano Diretor, que ainda não chegou à Casa. Sabemos que o Executivo tem que cumprir várias etapas até que o Grupo Gestor possa finalizar a redação e enviar o Plano ao Legislativo, mas queremos discutir e informar à sociedade sobre como anda todo o processo”, explicou o presidente Paulinho Freire.

Na semana passada, o prefeito Álvaro Dias declarou que, se for necessário, fará uma convocação extraordinária da Câmara Municipal, durante o recesso de final de ano, para que os vereadores votem a atualização do Plano Diretor.

No mês passado, o presidente da Câmara, Paulinho Freire, disse que, se o projeto de atualização do Plano Diretor não fosse enviado até setembro, a votação no Legislativo poderia ser adiada para 2020.

À época, Paulinho afirmou que os vereadores não iriam votar o Plano Diretor “a toque de caixa”. Ele cobrou agilidade da Prefeitura porque, segundo ele, os vereadores precisarão de tempo para discutir profundamente o assunto.


Foto: Elpídio Júnior/Divulgação/CMN
Terra treme cinco vezes em João CâmaraOs abalos aconteceram entre 10h e 13h deste domingo

Cinco tremores de terra foram registrados no município de João Câmara, distante pouco mais de 80 quilômetros de Natal, neste domingo (15).

Os abalos, segundo o Laboratório Sismológico da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (LabSis/UFRN), aconteceram entre 10h e 13h - o maior, com magnitude de 1.5º na Escala Richter – que vai até 10 e é utilizada para quantificar a magnitude de um sismo.

“ O maior evento ocorreu às 11h14 (hora local) e teve magnitude preliminar estimada em 1.5. Esse evento foi registrado por diversas estações da Rede Sismográfica Brasileira (RSBR) operadas pela UFRN”, confirmou o LabSis.


(Foto: UFRN)
Natal tem aumento de 5,4% no preço da gasolina em setembroO valor médio da gasolina encontrado nas bombas foi de R$ 4,475.

O Instituto Municipal de Proteção e Defesa do Consumidor (Procon Natal) apontou uma variação de 5,41% nos preços da gasolina praticados na capital potiguar. Um percentual superior ao reajuste concedido pela Petrobras no final do mês de agosto, que foi de 3,5%. A pesquisa aconteceu em 70 postos de combustíveis.

O valor médio da gasolina encontrado nas bombas foi de R$ 4,475. O Procon também pesquisou o preço do Gás Veicular e não houve variação de preços em relação ao mês de agosto. Já o etanol, teve variação positiva de 1,60%. O Diesel Comum teve a segunda maior variação encontrada nas bombas com um índice de 3,12%.

A gasolina comum mais barata encontra-se na região norte, com o preço médio de R$ 4,464 e o posto com o menor preço identificado na pesquisa com o valor de R$ 4,440 no bairro de Potengi. Por outro lado, a região sul possui a gasolina mais cara em Natal. O motorista que abastecer seu veículo vai pagar R$ 4,482 em média pela gasolina.

A equipe do Núcleo de Pesquisa do Procon Natal orienta os consumidores que antes de abastecer, façam uma pesquisa, pois há uma oscilação muito grande nos preços praticados nos postos da cidade. No endereço eletrônico www.natal.rn.gov.br/procon está disponível a lista dos dez postos com a gasolina mais barata das capital potiguar e a planilha, indicando as variações dos valores.


(Foto: A Tarde)
RN teve 3ª maior taxa de homicídios de 2018Os dados fazem parte do Anuário Brasileiro de Segurança Pública 2019

O Brasil registrou 57.341 mortes violentas intencionais em 2018, redução de 10,43% em relação ao ano anterior, quando o número chegou a 64.021. Os dados fazem parte do Anuário Brasileiro de Segurança Pública 2019, divulgado ontem (10) pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública. O total de 2018 é o menor desde 2013 (55.847 casos).

A taxa de homicídios para cada grupo de 100 mil habitantes chegou a 27,5 no país em 2018, enquanto em 2017 era de 30,8 – uma redução de 10,8%. No recorte por unidades federativas, as maiores taxas estão em Roraima (66,6), no Amapá (57,9), no Rio Grande do Norte (55,4) e no Pará (54,6). Já as menores foram registradas em São Paulo (9,5), Santa Catarina (13,3), Minas Gerais (15,4) e no Distrito Federal (16,6).

O estudo associa a taxa de homicídios em Roraima e no Amapá à atuação de facções criminosas nessas regiões.

“Em Roraima, onde essa guerra entre PCC [Primeiro Comando da Capital], CV [Comando Vermelho] e grupos locais ainda não se resolveu, muito pelo contrário, as taxas de homicídios dolosos subiram 227% nesta década”.

No caso do Amapá, o anuário destaca o cenário como “ainda mais dramático”. Os dados mostram que a taxa de mortes violentas por 100 mil habitantes cresceu 1.100% em sete anos. "Serviços de inteligência atestam a existência de sete facções criminais no estado, ainda em guerra no início de 2019", aponta o estudo.


(Foto: Reprodução)
IPC sobe e Cesta Básica tem redução em agosto na capitalO IDEMA calcula mensalmente o IPC e Cesta Básica de Natal

O Índice de Preços ao Consumidor - IPC, da cidade do Natal, calculado pelo Instituto de Desenvolvimento Sustentável e Meio Ambiente do Rio Grande do Norte - Idema, através da Coordenadoria de Estudos Socioeconômicos - CES, registrou no mês de agosto, uma variação positiva de 0,15% em relação ao mês anterior. Com este resultado, a variação no ano ficou em 2,68%, nos últimos doze meses (de Setembro/18 a Agosto/19) atingiu 3,63% e 475,04% desde o início do Plano Real.

Contribuiu com o índice de inflação, a variação positiva de 0,76% no grupo Despesas Pessoais, em função do aumento em 1,60% no valor do item Recreação. O grupo Vestuário apresentou aumento de 0,54%. Os itens que mais contribuíram para essa variação foram: Tecidos e Armarinho (2,18%), Roupa Infantil (1,24%), Roupa Feminina (0,28%) e Roupa Masculina (0,17%).

Já o grupo Alimentação e Bebidas, responsável por 32,43% do IPC, apresentou uma diminuição de 0,29% em relação ao mês anterior. Os itens que mais contribuíram para essa queda de preços foram: Tubérculos, Raízes e Legumes (-5,90%), Hortaliças e Verduras (-4,70%), Frutas (-3,44%), Cereais, Leguminosas e Oleaginosas (-1,48%), Panificados (-1,17%) e Óleos e Gorduras (-0,99%).

Cesta Básica

O custo da Cesta Básica teve uma redução de 0,39 em relação ao mês anterior. Dos treze produtos que compõem a cesta, cinco sofreram aumento: Tubérculos (11,68%), Açúcar (9,51%), Leite (4,37%), Café (1,10%) e Pão (0,68%). A redução de preços ficou por conta dos itens Legumes (-16,50%), Óleo (-8,38%), Margarina (-6,32%), Farinha (-5,61%), Frutas (-3,93%), Arroz (-3,38%), Feijão (-2,37%) e Carne de Boi (-0,40%).

O custo com alimentação por pessoa foi de R$ 356,06. Para uma família constituída por quatro pessoas, esse valor alcançou R$ 1.424,24. Se a essa quantia fossem adicionados os gastos com Vestuário, Despesas Pessoais, Transportes etc., o dispêndio total seria de R$ 4.391,82.


(Foto: Reprodução)
Natal sediará Encontro Econômico Brasil-Alemanha Eeba, reúne todos os anos, diversos empresários que estejam interessados em estreitar relações, efetivar negócios, fazer intercâmbio de tecnologias e fechar parcerias

A 37ª edição do Encontro Econômico Brasil-Alemanha (Eeba), evento que juntará autoridades governamentais e lideranças empresariais de ambos os países no intuito de discutir a ampliação de investimentos e novas formas de cooperação, ocorre do dia 15 até o dia 17 de setembro, no Centro de Convenções em Natal. Esta é a segunda vez que o encontro acontecerá no Nordeste.

Com a organização da Federação das Indústrias Alemãs (Bdi) e da Confederação Nacional da Indústria (Cni), junto com a Câmara de Comércio e Indústria Brasil-Alemanha (Ahk) e, nesta edição, em parceria com a Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Norte (Fiern), o Eeba, de acordo com o presidente da Fiern, Amaro Sales, já superou as expectativas no número de inscritos, atingindo a marca de 900 pessoas que até então, estão confirmadas para participar do evento. Para ele, a oportunidade de negócios com a Alemanha é um grande atrativo.

“Esse encontro já existe há 37 anos. É a segunda vez que ocorre no Nordeste, uma conquista da Fiern junto a Cni e a Bdi. Tem participações efetiva de empresários alemães e brasileiros. Tínhamos uma previsão de 600 pessoas, já são 900. Fazer negócio com o país mais industrializado da Europa já nos credencia para que possamos ter esse excelente encontro”, contou.

O Eeba, reúne todos os anos, diversos empresários que estejam interessados em estreitar relações, efetivar negócios, fazer intercâmbio de tecnologias e fechar parcerias.

Segundo Amaro Sales, no evento certamente ocorrerão negócios. Além de ser uma oportunidade para as empresas apresentarem seu produto não só para as da Alemanha, como também, por se tratar de um evento de alcance nacional também, de outros lugares do Brasil.

“Em um encontro como este, teremos negócios. Montadoras, empresas de energia, agronegócio, todas podem apresentar seus negócios para as empresas alemãs e de todo o Brasil”, relatou o presidente da Fiern.

Na abertura do evento, será entregue o prêmio “Personalidade Brasil-Alemanha”, para uma empresa alemã e outra brasileira, cujo trabalho e empenho fortaleceram as parcerias dos dois lados. Para os interessados em participar do Eeba, basta se cadastrar no site da Fiern.


(Foto: FIERN)
Sebrae/RN e Finep lançam edital para startupsO lançamento do edital ocorre no dia 12, quando serão abertas as inscrições para seleção de startups e empresas inovadoras

Startups e demais empreendimentos com pelo menos um ano de funcionamento que buscam recursos para transformar ideias inovadoras devem guardar essa data. No dia 12 de setembro, o Sebrae no Rio Grande do Norte e a Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) lançam o Programa Nacional de Apoio à Geração de Empreendimentos Inovadores com a abertura das inscrições do Edital Centelha. A chamada pública vai destinar 

R$ 800 mil para startups e pequenos negócios com projetos de melhoria e inovação voltados para as potencialidades locais. A solenidade será com café da manhã, a partir das 8h, na sede do Sebrae, em Natal.

Vêm ao Rio Grande do Norte para o lançamento e abertura das inscrições o gerente do Departamento de Desenvolvimento Tecnológico e Subvenção Descentralizada da Finep, Marcelo Nicolas Camargo, e o gerente substituto, Richard Affonso Corrêa, além da coordenadora de projetos da Fundação Certi, Fernanda Konradt de Campos. Eles participam da abertura do edital, que vai disponibilizar recursos para capacitar e apoiar financeiramente essas empresas. 

Os recursos do Edital Centelha foram compostos por R$ 600 mil investidos pela Finep e outros R$ 200 mil oriundos do Sebrae-RN. Esse dinheiro será destinado para apoiar a geração empreendimentos inovadores, com ações de inovação e melhoria de produtos e processos. As startups selecionadas no edital receberão mentoria até a fase de contratação dos projetos, quando o recurso será repassado aos empreendedores.

A proposta da iniciativa é disseminar a cultura do empreendedorismo inovador nas instituições de ciência e tecnologia e inovação brasileiras, incentivando alunos e pesquisadores a criarem empresas inovadoras e de alto crescimento. A ideia fomentar e capacitar empreendedores inovadores, estimulando o adensamento tecnológico das cadeias produtivas por meio da criação de empresas fornecedoras de produtos, processos e serviços inovadores para empresas já consolidadas no mercado.

O Edital Centelha é promovido pela Finep e executado pelo Sebrae, tendo como executores a Fapern, Fiern o Parque Tecnológico Metrópole Digital. A operacionalização é da Fundação Certi, em parceria com o Conselho Nacional das Fundações Estaduais de Amparo à Pesquisa (Confap) e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq).


(Foto: Assessoria)
Operação Luz na Infância é deflagrada no RNEm 2017, na primeira fase da Operação Luz na Infância, foram cumpridos 157 mandados de busca e apreensão

A 5ª fase da Operação Luz na Infância foi deflagrada na manhã da última quarta-feira, 4, no Rio Grande do Norte, Distrito Federal, 13 outros estados brasileiros e seis países. As ações coordenadas pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública contaram com a participação da Polícia Federal e das Polícias Civis e agentes da lei dos países envolvidos.

Desde as primeiras horas da manhã, os policiais cumpriram 105 mandados de busca e apreensão de arquivos com conteúdo relacionado aos crimes de exploração sexual praticados contra crianças e adolescentes. A operação está sendo acompanhada peço Centro Integrado de Comando e Controle Nacional (CICCN), em Brasília.

No Brasil, as ações policiais ocorreram, além do RN e do DF, nos estados do Amazonas, Amapá, Alagoas, Ceará, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Pará, Paraná, Piauí, Santa Catarina, São Paulo e Rio de Janeiro. Ao todo, 656 pessoas, entre policiais e agentes da lei, estiveram envolvidos no trabalho de investigação.

OPERAÇÕES ANTERIORES 

Em 2017, na primeira fase da Operação Luz na Infância, foram cumpridos 157 mandados de busca e apreensão de computadores e arquivos digitais, sendo 108 pessoas presas. Em 2018, já na segunda fase, as Polícias Civis dos Estados cumpriram 579 mandados de busca, resultando na prisão de 251 pessoas. Também em 2018 foi deflagrada a terceira fase no Brasil e na Argentina, com o cumprimento de 46 prisões. Já em março deste ano, a quarta fase foi deflagrada em 26 estados e no DF, resultando no cumprimento de 266 mandados e 141 prisões.


(Foto: Agencia Senado)
Mostrar mais
Veja Também


Mais Blogs
Mais Recomendadas